Fratura de mão em Montanhismo







O montanhismo, na escalada, é uma modalidade que exige demais das mãos.

Técnicas de escalada empregadas no montanhismo exigem integridade dos tendões flexores e ligamentos das mãos para suportar forças. Havendo desequilíbrio, as lesões estruturais são inevitáveis. Podem haver rupturas tendíneas e ligamentares, além da inflamação articular por esforço repetitivo, a sinovite. A lesão da placa volar, localizada na base das articulações das falanges das mãos é muito comum e pode levar a dores, instabilidade e crepitações.

A fratura é outra lesão que pode se fazer presente em desequilíbrios e até por uso excessivo no momento da escalada.

A compressão cíclica dos dedos ao agarrar rochas pode levar a uma proliferação celular fibrosa e compressão dos nervos digitais (neurites), com perda de sensibilidade e anestesia. A tração excessiva pode também pode desencadear reação inflamatória degenerativa dos tendões.

O tratamento destas lesões envolvem cirurgias reconstrutivas de tendões e túneis osteo-fibrosos e liberação cirúrgica nervosa nos casos de neurite.

A fisioterapia e a terapia ocupacional são necessários para ganho de movimento.

Fratura de mão em Montanhismo Fratura de mão em Montanhismo Editado por saude.chakalat.net on 05:54 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.